Assessoria de Imprensa FENACEF

Assessoria de Imprensa FENACEF

Jornalista Responsável pela Assessoria de Imprensa da FENACEF.

URL do site:

Devido à greve nacional da categoria bancária na Caixa, que nesta quinta-feira (10) completa 22 dias, os aposentados aniversariantes de outubro e os pensionistas, cujos titulares dos planos de benefícios fazem aniversário neste mês, terão prazo prorrogado para se recadastrar na Funcef. Esse grupo, aliás, terá até 30 dias após o fim da greve para o recadastramento.

 

O processo de recadastramento anual de aposentados e pensionistas vinculados à Funcef estava previsto para ser iniciado agora em outubro. Lançamento com este objetivo ocorreu em 1º de agosto, no mesmo dia em que a Fundação comemorou 36 anos de existência. 

O objetivo é levar a que os assistidos façam a comprovação de vida e também atualizem os dados cadastrais que estiverem incorretos. A Funcef esclarece que esse procedimento poderá ser feito em qualquer agência da Caixa pelo país, cabendo aos aposentados comparecer no mês de aniversário, já que os pensionistas devem se recadastrar no mês de aniversário do titular do plano.

A medida contribui para a saúde financeira do fundo de pensão dos empregados da Caixa, pois evita o pagamento indevido de benefícios. Ações em moldes semelhantes já foram realizadas pela Funcef e a diferença, no modelo atual, é que ele passará a ser feito anualmente.

O recadastramento, por outro lado, é visto como fundamental para a sustentabilidade dos planos. Trata-se de um processo contínuo, de vital importância para a manutenção dos planos de previdência, e que garante proteção aos participantes da Fundação. A Funcef trabalha para sistematizar o processo, a fim de que os aposentados e pensionistas possam participar de forma rápida e fácil.

Os assistidos vão receber correspondência, dias antes do seu mês de recadastramento, com todas as orientações. O processo é simples: basta comparecer a uma das agências da Caixa, portando um documento de identidade com foto e o formulário recebido pelos Correios. Se for preciso atualizar alguma informação cadastral, deverá ser apresentado documento que comprove a alteração.

O recadastramento será obrigatório e não serão aceitas procurações. Quem estiver impossibilitado de comparecer a uma agência da Caixa, deverá ligar para a Central de Atendimento da Funcef (0800 706 9000) e agendar uma visita. Atenção: quem não se recadastrar no mês estipulado pela Fundação poderá ter seu benefício suspenso e, em último caso, cancelado.

FONTE: FENAE\FENACEF

Governo aceita negociar o fator previdenciário

Publicado em Notícias

Ontem o governo cedeu e vai negociar mudanças no fator previdenciário com as centrais sindicais. Embora continue dizendo que o fim total do fator é pauta impossível, é o primeiro indicativo de retomada das conversas.

O fim do fator é uma das principais pautas das centrais sindicais e foi um dos pretextos para uma série de mobilizações pelo país no mês passado, a reboque das manifestações. O índice reduz o benefício de quem se aposenta com menos idade e sua extinção significaria prejuízo nas contas públicas.

"Não há da parte do governo nenhuma intenção no fim puro e simples do fator previdenciário. Isso causaria um impacto que não teria sustentabilidade. Portanto, acho que a disposição da mesa de negociação é de encontrar uma fórmula que permita implementar gradualmente, implementar de forma sustentável", disse a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais).

O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) se reuniu ontem com representantes de entidades sindicais para discutir o tema. O presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Vagner Freitas, atribuiu o resultado da conversa à pressão das últimas manifestações.

"Qual vai ser o desfecho da negociação, não sabemos. Mas estávamos num problema gravíssimo, porque o fim do fator é uma das nossas principais reivindicações e não estávamos conseguindo que isso viesse para a pauta de negociação. Hoje se abriu uma negociação sobre o fator e com uma mesa específica para desencadear negociação em 60 dias", disse.

O fator previdenciário é regulado pela soma entre o tempo de contribuição e a idade para a aposentadoria. Um dos pontos principais de negociação deverá ser o que trata do fator 85/95 (mulher/homem). O fim do fator foi negociado ainda durante o governo Lula, mas acabou vetado em 2010 pelo ex-presidente e nunca mais debatido diretamente com o Palácio do Planalto. (TAI NALON - Folhapress) Dilma reabre negociação do fator previdenciário

O governo federal reabriu as negociações pelo fim do fator previdenciário, índice aplicado nas aposentadorias por tempo de contribuição do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), que reduz, na maioria dos casos, o valor dos benefícios.

Em reunião realizada ontem à tarde com representantes das centrais sindicais, o governo admitiu "a realização de um processo de debate sobre o fator".

Estavam no encontro realizado no Palácio do Planalto os ministros Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência, Garibaldi Alves Filho, da Previdência Social, Manoel Dias, do Trabalho e Emprego, e representantes de seis centrais.

Também ficou definido no encontro que a alteração na regra das aposentadorias será discutida separadamente --à parte das outras pautas dos trabalhadores, tais como a redução da jornada de trabalho sem corte de salários e o combate à precarização do trabalho.

 

FONTE: Fernanda Brigatti - Agora S.Paulo

 

FENACEF - Federação Nacional das Associações de Aposentados e Pensionistas da CEF | SCS QD. 01 Ed. Central • 7º andar - Salas 701 e 708 Brasília / DF - CEP 70.304-900 | Fone: (61) 3322-7061 - Fax: (61) 3225-1999 | Site desenvolvido por BR6