Governo quer abrir capital da Caixa Seguridade neste ano, diz Levy

Brasília, 8 abr (EFE).- O segundo maior banco público do Brasil, a Caixa Econômica Federal, fará uma oferta pública de ações para abrir o capital de sua subsidiária de seguros, anunciou nesta quarta-feira o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

O governo pretende realizar a operação ao longo deste ano, embora ainda serão estudados os prazos e as condições de mercado, segundo disse Levy em entrevista coletiva posterior a uma reunião com a presidente Dilma Rousseff.

O ministro recalcou que a Caixa continuará sendo "100% pública" e ressaltou que a abertura de capital só afetará o ramo de seguros do banco estatal.

A presidente de Caixa, Miriam Belchior, disse que a abertura de capital "ajudará na expansão do banco" e esclareceu que a operação seguirá o modelo da emissão de ações realizada com o ramo de seguros do Banco do Brasil, o maior banco público do país, cujas ações são cotadas na bolsa de São Paulo.

Atualmente, a Caixa Seguros conta com a participação de sua matriz, que possui 48,21% de seu capital, e pela empresa francesa CNP Assurances, dona de 50,75% das ações, enquanto os 1,04% restantes está em mãos de sócios minoritários. 


fonte: uol economia

FENACEF - Federação Nacional das Associações de Aposentados e Pensionistas da CEF | SCS QD. 01 Ed. Central • 7º andar - Salas 701 e 708 Brasília / DF - CEP 70.304-900 | Fone: (61) 3322-7061 - Fax: (61) 3225-1999 | Site desenvolvido por BR6